27 de jul de 2007

Ah... o antigo som dos Titãs!!!

Hoje pela manhã, para vir pto trabalho, peguei um ônibus com um motorista que não curte música sertaneja, por isso a rádio estava sintonizada em uma FM diferente. Estava passando um programa, chamado Túnel do Tempo, que toca somente hits antigos, principalmente da década de 80. De repente começou a tocar Titãs, AA-UU. Comecei aprestar atenção e a me empolgar (mentalmente é claro) com a música. No mei dessa empolgação, voltei alguns anos em minha memória e pensei comigo: "Nossa, o Titãs já foi uma puta banda!!!".

Claro que meu espírito consumista me fez querer chegar aqui e já comprar toda a discografia deles, já que não tenho nada em casa, mas eu me contive e nem pesquisei preço desta vez.

Numa análise mais fria, comecei a pensar aonde a banda se perdeu, qual foi o marco de tudo isso. Foi a saída do Arnaldo Antunes (eu acho que foi), foi a morte do Marcelo Fromer (tenho dúvidas), foi a saída do Nando Reis (tenho dúvidas)?

Eu não consigo ter a resposta certa. Sempre pensei que com a saída do Arnaldo a banda tinha acabado. Mas eu acho ótimo o disco Titanomaquia (apesar de ter soado um pouco estranho na época de seu lançamento). Domingo também foi um ótimo disco, que tentou voltar as raízes do som da banda, mas só tentou porque acabou ficando uma coisa original e não cópia.

Mas depois disso a banda foi pro buraco. O acústico da MTV sei lá, dá pra ouvir, mas depois veio aquela coisa de acústico 2 e eu não consegui mais ouvir nada deles. Pra falar que não consegui ouvir a música "Isso", cantada pelo Paulo Miklos, é boazinha. Mas nada se comprara aos primórdios da banda, com aqueles backings gritados, onde a voz do Arnaldo se destacava das demais. era maravilhoso. Pena que acabou!

18 de jul de 2007

3 posts do Simples Idéias que salvaram a minha vida

Sou leitor do blog Simples Idéia, do Nando Vieira, há um bom tempo e sempre aguardo com entusiasmo o seu próximo posts, pois sempre são coisas interessantes e principalmente úteis para mim.

Nesse post vou citar 3 posts do Simples Idéias que, de certa forma, salvaram a minha vida...

1- Lidando com checkbox no JQuery:

Eu estava envolvido em um projeto de uma loja virtual e precisava, na parte de categorizar os produtos eu tinha que fazer uso de vários checkboxes, marcando e desmarcando uma série deles de acordo com outros checkboxes. COmo o sistema precisava usar JQuery eu estava iniciando com essa lib saí pelo Google revirando tudo quanto era site. Nesse momento, achei o post do Simples Idéias em que o Nando falava sobre um plugin que ele fez pra JQuery para tratar de checkboxes. Bingo! Exatamente oque precisava. Foi só instalar e chamar ele em meu projeto que estava tudo funcionando perfeitamente. Achoque na época até fiz uma pequena alteração nele, na verdade incluí mais uma maneira de se lidar com os checkboxes, mas não me recordo agora. Muito bom!!!

2- Balanço do Spesa no mês de fevereiro:

Esse é um post simples onde o Nando apenas dá um breve resumo (de poucas linhas mesmo) sobre oprojeto que ele desenvolve, o Spesa. Porque esse post salvou minha vida? Porque através dele pude conhecer esse maravilhoso gerenciador monetário, que é tudo o que precisava: simples, direto, sem frescuras, faz e muito bem o que se propõe, além de ter um layout que me agrada demais. Agora consigo ter minha conta controlada e com previsões reais de gastos e lucros.

3- Test-Driven Development no Rails: Unit Tests:

Bom, esse post é uma aula na verdade. Maravilhoso de se ler. Esse post do nando caiu como uma luva pois estamos enfrentando vários problemas com testes aqui onde trabalho e acabamos discutindo sobre métodos de reduzir esse cenário. Eis que surge o nando com esse post. Pudemos ler e, tirando a parte do Rails que não usamos aqui ainda, ele nos foi muito útil para dar o ponta pé inicial nessa 'nova' maneira de se trabalhar. Estamos agora discutindo qual seria a melhor maneira de se implementar o TDD aqui em nossa equipe. Mais uma vez, salvou a minha vida!!!

Espero que esses posts possam ser úteis para quem lê meu blog, assim como foram para mim. Mas não fiquem chateados caso nenhum dos 3 sirva para você, entre no Simples Idéias e dê aquela vasculhada que com certeza terá algo te esperando.

Agora, eu gostaria de um post mais aprofundado no TDD, com exemplos práticos de aplicação e coisas do tipo. Gostei muito disso!!!! Se bem que em setembro o nando vai fazer uma palestra sobre TDD com o pessoal da e-genial!

Valeu!!!!

6 de jul de 2007

Risoto Tropical



História:

Era sábado. Cheguei em casa por volta das 15:00 horas e não tinha nada pronto. Olha daqui, olha dalí... fuça na geladeira e no armário, algumas anotações mentais de ingredientes e mão na massa. O nome acho que saiu pelo simples fato de ter ficado colorido, por isso Tropical.

Rendimento:

2 porções médias (dá para duas pessoas)

Ingredientes:

- 1 cebola média picada
- 1 tomate médio picado
- 5 pedaços de tomate-seco picados
- 1/2 linguiça calabresa picada em cubos
- 1/2 pimentão verde
- 1/2 lata de milho verde
- 1/2 xícara de vinho branco suave
- 1/2 caixinha de creme de leite
- 1/2 pimenta vermelha (dedo de moça)
- queijo parmesão ralado à gosto
- sal à gosto
- pimenta do reino à gosto
- manjerona à gosto
- 4 colheres grandes de arroz já pronto (podem ser 6 colheres se for um pouco menor)
- azeite ou margarina culinária para fritar

Modo de preparo:

Bom, não tem muito segredo. A idéia principal é utilizar o mínimo de azeite/margarina possível, uma vez que o tomate-seco dependendo de onde se compra já vem com azeite. Aqueça o azeite ou derreta a margarina culinária, acrescente a calabreza e deixe dourar. Acrescente a cebola e deixe murchar. em seguida coloque o milho verde, o tomate seco e refogue por uns 3 minutos. Coloque o tomate e deixe dar mais uma refogada. Acrescente o sal, a pimenta do reino, a manjerona e a pimenta vermelha. Mais doi sminutos refogando e já pode acrescentar o vinho branco. Mexa bem para que todos os ingredientes entrem em contato com o vinho. Quando o vinho reduzir acrescente o pimentão verde e refogur no máximo por 1 minuto e meio para que o pimentão não fique muito mole. Acrescente o arroz. Misture bem e coloque o creme de leite. Se necessário pode se colocar maisum pouco de margarina. Deixe o creme de leite reduzir o suficiente, mas mantenha o arroz úmido. Retire do fogo, faça as porçoes nos pratos e polvilhe com queijo parmesão. Está pronto.

Observações:

Essa receita foi feita com arroz já pronto e de prefer~encia que esteja bem soltinho. Quem quiser, pode adaptar e fazer como arroz crú, mas lembre-se de colocar opimentão e o tomate somente no final, pois se não eles derretem.

Sim, eu cozinho... e gosto do que faço!

Há umas 3 semanas resolvi que iria usar esse blog para falar de culinária, além da informática e da música. Pois bem, tirando a música e a informática, uma das coisas que mais gosto de fazer é cozinhar... e comer também.

Gosto de ver programas de receitas, como o Mestre Cuca da Rede Mulher, tem um que passa no GNT que nunca lembro o nome e é muito bom também. Sempre que posso faço minhas próprias refeições e, quando me permitem, faço a dos outros também e, assim, vez o outra, sempre dou uma folga no fogão para minha mão ou minha sogra.

Já me arrisquei a fazer diversos pratos. Minhas experiências vão desde pratos que seguem uma receita original, até pratos que invento na hora fazendo aquela catança na geladeira e no armário e ver no que dá. Essa últim amaneira as vezes acaba em coisas estranhas, mas geralmente saem coisas boas.

Alguns pratos que faço bem:

- Carnes grelhadas
- Carnes assadas
- Macarronada (mais diversos molhos)
- Arroz
- Strogonoff
- Churrasco
- Saladas
- etc

Alguns tropeços:

- Um strogonoff que fiz uma vez, errei o molho e ficou horrível
- Feijoada. Exagerei no tempero e ficou muito forte, mas eu comi pela honra

Então, já que falei desse meu hobby inusitado, a partir de hoje irei colocar algumas receitas do que for fazendo e, sempre que possível, colocarei algumas imagens reais como prova do crime. Espero que aprovem!!!