3 de jun de 2004

Mitos da Acessibilidade na Web

Hoje foi postado um link para um texto muito legal sobre Acessibilidade na Web. Resolvi fazer a tradução para passar pro pessoal aqui da empresa e resolvi postá-lo aqui também. Lembrando que a tradução pode conter erros, mas vou postar o link para quem quiser ler em inglês.

Alguns mitos da Acessibilidade na WEB:


1- Criar uma versão em texto do site é suficiente:


Uma versão em texto do seu site pode levar a uma série de problemas:

- uma versão de texto não é necessariamente acessível
- duas versões do mesmo site representa um investimento enorme de tempo e dinheiro
- seu site principal pode ainda ser inacessível a muitos usuários
- um site "extra" para cegos e deficientes pode ainda faze-los se sentirem marginalizados e discriminados

Acessibilidade na WEB nã é apenas um cego ou um deficiente estas apto para acessar seu site, mas sim qualquer pessoas estar apta a acessá-lo com sucesso. Na realidade, não precisa de muito tempo e nem muito dinheiro para fazer seu site acessível.

2- É complicado e caro deixar meu site acessível:

Desenvolver um site acessível custa, virtualmente, o mesmo que desenvolver um website inacessível. Um site muito grande e altamente inacessível pode gastar um pouco mais de tempo e dinheiro para ser reparado, embora o layout básico e o projeto não necessite, geralmente, mudar.

Acessibilodade na web não é complicada e qualquer um com noções básicas de webdesign pode implementá-la facilmente.

3- Design atrativo e design acessível não podem caminhar juntos:


Muitas das pessoas que "pregam" a acessibilidade na web tendem a ter sites maçantes e sem atrativo visual nenhum. Isso é errado, pois a acessibilidade na web não necessita afetar o projeto de maneira nenhuma. Para acabar com esse mito, tente olhar o Css Zen Garden (http://www.csszengarden.com), um website atrativo e que oferece 100% de acessibilidade.

4- Sites acessíveis afetam a criatividade:


A acessibilidade na web coloca algumas limitações no design do site. Na verdade, com sites regulares, você só estará limitado pela sua imaginação quando criar sites acessíveis. Olhe novamente o Css Zen Garden (http://www.csszengarden.com) e veja por você mesmo que a criatividade não tem que ser afetada de nenhuma maneira.

5- Meus visitantes não tem problemas ao acessar meu site:

Não necessariamente. Veja How To Sell Accessibility (http://www.sitepoint.com/article/sell-web-accessibility) para ver quantos usuários da Internet você pode estar excluindo do seu site. Você pode estar certo de que com 35 milhões de sites para escolher, um visitante com problemas para acessar seu site não vai desperdiçar seu tempo para pedir que você repare o problema.

6- Acessibilidade na web coloca restrições no layout do site:


De modo nenhum. Com sites regulares você só está limitado a sua imaginação. O tamanho do texto pode ser grande ou pequeno, como vc quiser (pode também providenciar redimensionamento), você pode usar o esquema de cores que quiser (mas isso não é o único jeito de diferenciar a sua informação) e pode também usar as imagens que você quiser (desde que uma descrição alternativa seja fornecida).

Na maioria das vezes, a acessibilidade, acontece por "trás" do site e não afeta a apresentação do mesmo.

7- Pessoas cegas e deficientes não usam internet:

Pelo contrário, pessoas cegas e deficientes se beneficiam, talvez, mais do que qualquer outra pessoa.

Por exemplo: pessoas cegas quando vão a supermercado tem que ligar antes avisando da sua chegada. Quando chegam, um assistente os acompanham em torno da loja. Através dos sites acessíveis as pessoas cegas podem fazer suas compras no conforto do seu lar e em seu próprio
tempo.

Conclusão:


Acessibilidade na web não é uma ciência cerebral. Não é somente sobre usuários deficientes que podem acessar seu site. É sobre todos os usuários poderem acessar seu site, incluindo usuários usando aparelhos de mão, web tv, celulares, carros com acesso a internet, microondas, sofás com acesso a net, etc. Qualquer desenvolvedor com conhecimento básico em Programação Html, Design com Css e um pouco de tempo nas mãos, pode, facilmente, aprender e implementar Acessbilidade na Web.

Pensem a respeito...

Link para o texto em inglês: http://www.webpronews.com/webdevelopment/basicdevelopment/wpn-37-20040602WebAccessibilityMyths.html

Ps: Gostaria de agradecer ao Irapuan Martinez por ter postado esse link na lista... hehehehe!!!

1 Comments:

At 1:09 PM, Blogger Dine said...

oie...
então... pra tirar o banner se vc estiver usando um dos templates novos vc pode por assim no css:

table[width="626"] {
display: none !important;
}

senão vc pode colocar o < /style> depois do < /body>.... mas a primeira opção é mais bonita :)

 

Postar um comentário

<< Home